RASTREAR

Pelo Whatsapp

0800 591 3038

Fale com especialista

Rastreador Veicular: O que é, para que serve e quais são os principais tipos

Índice

Todas essas respostas você vai descobrir na leitura do artigo abaixo. Vamos lá?

O que é um rastreador veicular?

O rastreador veicular é um aparelho eletrônico que permite saber a localização do veículo de forma precisa, através de um aplicativo, site e SMS. Tudo isso por meio de sua função tecnológica de geolocalização, que e feita através de antenas.

Existe também o rastreamento veicular através do WhatsApp, onde o usuário tem acesso a informações do seu veículo, diretamente do aplicativo mais utilizado por todos.

Após a instalação do rastreador, o usuário consegue receber a localização do veículo, saber se ele está ligado ou desligado, notificações de alertas, de movimentação e até BLOQUEAR o veículo de forma rápida e eficaz, TUDO ISSO PELO SEU PRÓPRIO WHATSAPP. Para essa modalidade a empresa W2SAT RASTREAMENTO é pioneira nessa tecnologia.

Funções do rastreador veicular

Suas duas principais funções: a recuperação de veículos em caso de furto ou roubo do veículo e o monitoramento do veículo ou da frota. 

Recuperação

No caso da recuperação de furto/roubo, temos a eficiência comprovada do rastreamento, pois a enorme maioria dos roubos acontecem nas cidades (onde existe um amplo sinal da cobertura do chip), fazendo com que o rastreador esteja sempre comunicando e informando o usuário acerca da localização do veículo. 

Dessa forma,  é possível acionar a polícia para fazer a recuperação e garantir que não haja o prejuízo da perda do veículo.

Monitoramento

O rastreador também é muito efetivo no controle do monitoramento de veículo ou da frota, pois ao ser conjugado com um sistema de qualidade a rota do veículo é registrada, bem como:

  •  velocidade nos locais onde passou;
  •  modo da ignição (ligada ou desligada);
  • manutenções realizadas;
  • controle de combustível.

É possível encontrar alguns desses rastreadores vendidos separadamente no mercado, mas como especialistas no ramo, aconselhamos a encontrar uma empresa de rastreamento e contratar o sistema de monitoramento completo para garantir a total segurança da sua família e a proteção do seu veículo.

Tipos de rastreadores veicular

Existem 03 tipos principais de rastreadores veiculares. Eles são classificados conforme o sistema de telecomunicação utilizado. Os rastreadores, em sua maioria, possuem dois tipos de antenas, uma GPS para conseguir saber a sua localização, e outra para fazer a comunicação com o usuário. Essa segunda, responsável pela comunicação com o usuário, pode ser de três tipos: 

  • GPRS (sinal de celular);
  •  RF (radiofrequência);
  •  Satelital (através de satélite). 

Esses tipos de antena e comunicação têm funções distintas, tendo cada uma delas um tipo de aplicabilidade.  

Antena Satelital

A antena Satelital tem sua comunicação através de satélite, ou seja, possui uma comunicação bem ampla, pois são muito raros os pontos no planeta onde o satélite não consegue abranger. 

Em compensação, o valor investido nesse tipo de rastreamento é muito maior do que nos outros tipos. Outra desvantagem desse sistema é o tamanho do aparelho, que é grande e não pode ser facilmente escondido.

Antena RF

No caso da antena RF, que funciona através de Rádio Frequência, podemos dizer que é o modelo que tem sua especialidade na dificuldade que os bloqueadores de sinal (tema de outro artigo nosso /link/) tem de interromper sua comunicação, e por isso se torna muito efetivo na recuperação de cargas e transportes de grande valor. 

O problema é que não há comunicação direta com o usuário, pois é necessário um especialista em recuperação, que juntamente com o suporte de antenas fixas ou manuais (e com a informação da localização do roubo) realize buscas pela frequência emitida pelo rastreador a fim de identificar a posição daquele veículo ou carga.

GPRS

Agora chegamos no tipo de comunicação utilizada na maior parte dos rastreadores que é a GPRS, que é bem parecida com a comunicação dos nossos aparelhos telefônicos, mas com a diferença que o melhor chip utilizado nesse modelo é o M2M, que trafega só dados e não faz chamadas.

Esse tipo de aparelho é mais utilizado porque é plenamente capaz de atender as duas principais funções as quais se propõe. 

Nesse modelo, o rastreador informa ao usuário a localização do veículo em tempo real. Chamamos de tempo real no rastreamento o intervalo de comunicação entre dois pontos, que comumente é de 1 em 1 minuto, ou seja, de um em um minuto o rastreador vai informar a posição do veiculo no mapa.

Quando não houver, ele grava as informações no próprio aparelho e as disponibiliza para a central assim que recuperar o sinal.

O rastreador com comunicação GPRS tem a vantagem de ser pequeno e conseguir ser instalado de forma discreta no veículo, fazendo com que o ladrão não tenha acesso ao mesmo.  Mas será que há riscos de danos na parte elétrica do veículo, quando o rastreador é instalado?  

Interferência na parte elétrica do veículo

Com um aparelho de qualidade e instalado de forma correta por técnicos capacitados, não há risco de interferência na parte elétrica ou eletrônica do veículo, permitindo que haja segurança sem correr o risco de danificar algo no veículo e causar prejuízo. 

Conclusão

Esperamos que tenha entendido o funcionamento de cada tipo de rastreador e que, a partir dessas informações, você consiga escolher o que melhor atende às suas necessidades, conseguindo proteger e monitorar seu patrimônio de forma mais efetiva!

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota no blog da W2sat.

Ronivon Santos

Ronivon Santos

Gestor de SEO | W2sat Rastreamento

Posts relacionados

w2sat rastreamento veicular

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da W2sat em ação.

Reduza os custos de manutenção em até 50% da sua Frota

Formulário W2SAT OFICIAL GOOGLE (#11)
Preciso de ajuda? Converse conosco